Policial militar é preso em João Pessoa suspeito de sequestrar e executar ex-presidiário

 Policial militar é preso em João Pessoa suspeito de sequestrar e executar ex-presidiário
Compartilhar

Suspeito de 31 anos está há quatro na corporação. Imagens de segurança levaram a ele.

Um policial militar do 5º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba, de 31 anos e que há quatro está na corporação, foi preso na tarde desta sexta-feira (24) em João Pessoa suspeito de envolvimento no sequestro e na execução do ex-presidiário Émerson Nunes. O crime aconteceu na última quarta-feira (22), mas só no dia seguinte o desaparecimento do homem foi reportado pela mãe da vítima à Polícia Civil.

O policial foi preso no momento em que estava em serviço. Levado à Delegacia de Homicídios de João Pessoa, permaneceu em silêncio e não quis responder as perguntas dos policiais. Neste sábado (25), ele passa por audiência de custódia para saber se permanecerá preso.

Policiais realizaram diligências e uma série de investigações. E foram imagens de segurança que levaram ao policial.

De acordo com as investigações, portanto, Émerson foi sequestrado no momento em que caminhava por uma calçada no bairro de Mangabeira. Os homens estavam encapuzados. De lá, ainda passaram na casa da vítima e de lá levaram celulares.

Saindo da casa dele, foram para o local da execução. O corpo só foi encontrado ao meio-dia desta sexta-feira (24), num matagal na praia de Jacarapé. Uma marca de tiro no crânio indica que foi uma execução.

O delegado Rodolfo Santa Cruz, da Delegacia de Homicídios, disse que outros nomes ainda estão sendo investigados, mas que a Polícia Civil por ora não vai divulgar as identidades para não atrapalhar nos trabalhos policiais.

Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores.